Todas as vossas coisas sejam feitas com amor.1 Coríntios 16:14

Pesquisar este blog

Carregando...

Projeto biodiversidade e as plantas

Elaborei um projeto sobre plantas para trabalhar com minha turminha... resolvi compartilhar.

JUSTIFICATIVA
No intenso processo de urbanização, cada vez mais nos afastamos do contato com a Natureza.
As plantas são a base de toda a biodiversidade devido a sua importante função de produtora, mas costumam ser menos reconhecidas como seres vivos entre as crianças .
Compreendendo todo o espaço escolar como meio de interação e construção contínua de conhecimento, este projeto visa promover o estudo das plantas existentes em nossa biodiversidade, levando a reflexão sobre o meio ambiente e sua importância para nossa vida.

OBJETIVOS

 OBJETIVO GERAL
Despertar o interesse sobre as plantas, reconhecendo-as como seres vivos e oportunizar o conhecimento de sua importância para o meio ambiente e para nossas vidas.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
• Compreender a importância das plantas;
• Entender as plantas como seres vivos com necessidades fisiológicas;
• Aprender um pouco sobre os diversos tipos de plantas;
• Identificar alguns tipos de plantas;
• Identificar e nomear as partes de uma planta;
• Entender as funções de cada parte da planta;
• Perceber a importâncias das plantas para nossa sobrevivência;
• Conhecer as plantas medicinais valorizando-as
• Enfatizar a importância da biodiversidade para a qualidade de vida.
• Refletir sobre ações para preservação da biodiversidade.
• Aprender as técnicas de cultivo.

OBJETIVOS POR ÁREA DE COHECIMENTO:

LINGUAGEM ORAL E ESCRITA:

• Pesquisar em livros, revistas e jornais;
• Participar de variadas situações de comunicação oral,
• Interagir e expressar desejos, necessidades e sentimentos por meio da linguagem oral e escrita, contando suas vivências;
• Familiarizar-se, aos poucos, com a escrita por meio da participação em situações nas quais ela se faz necessária e do contato no cotidiano com os livros, revistas, histórias em quadrinhos, painéis etc;

MATEMÁTICA:

• Seqüenciar fatos;
• Estabelecer aproximações a algumas noções matemáticas presentes no seu cotidiano, como contagem, relações espaciais, etc;
• Manipular e explorar objetos e brincadeiras, em situações organizadas de forma a existirem quantidades individuais suficientes para que cada criança possa descobrir as características e propriedades principais e suas possibilidades associativas: empilhar, rolar, transvasar, encaixar, etc

CIÊNCIAS NATURAIS


• Aprimorar os cinco sentidos através de atividades com materiais concretos e lúdicos;
• Desenvolver progressivamente hábito de higiene pessoal (escovar os dentes, lavar as mãos, tomar banho e lavar o rosto);

CIÊNCIAS SOCIAIS

• Aproximar os acontecimentos da atualidade, do mundo que nos cerca, com a sala de aula,
• Caracterização dos vegetais e preservação do meio ambiente;
• Explorar o ambiente, para que possa se relacionar com outras crianças;
• Estabelecer contato com plantas e com objetos diversos, manifestando curiosidade e interesse;
• Estabelecer relações entre fenômenos da natureza.

ARTES

• Observar o limite disponível para os desenhos, pinturas e colagens;
• Fazer uso dos pincéis do tipo grosso, de maneira adequada;
• Manipular sementes para colagens;
• Dramatizar trechos dos contos de fadas;
• Iniciar recortes livres com tesoura;
• Ampliar o reconhecimento de mundo que possuem, manipulando diferentes objetos e materiais, explorando suas características, propriedades e possibilidades de manuseio e entrando em contato com formas diversas de expressão artística;

MOVIMENTO:

• Familiarizar-se com a imagem do próprio corpo;
• Explorar as possibilidades de gestos e ritmos corporais para expressar-se nas brincadeiras e nas demais situações de interação;
• Deslocar-se com destreza progressiva no espaço ao andar, correr, pular, etc..., Desenvolvendo atitude de confiança nas próprias capacidades motoras;
• Locomover-se pela escola com mobilidade;
• Reconhecer as suas próprias capacidades motoras e possibilidades cinéticas.
• Explorar e utilizar os movimentos de preensão, encaixe, lançamento, etc..., para o uso de objetos diversos;
• Modelar livremente com massinhas DE MODELAR;
• Aperfeiçoar gestos relacionados com a preensão, o encaixe, o traçado no desenho, o lançamento, etc..., por meio de experimentação e utilização de suas habilidades manuais em diversas situações do cotidiano.

CONTEUDOS

• Nossa biodiversidade;
• Importância das plantas;
• Tipos de plantas;
• Partes da planta;
• Plantas comestíveis
• Plantas medicinais da nossa biodiversidade;
• Desmatamento e poluição;

Os conteúdos serão trabalhados através de:

• Atividades orais e escritas;
 • Pinturas, Dobraduras e Recortes;
• Confecção de livros, álbuns, painéis, máscaras, móbiles;
• Histórias com fantoches e dedoches;
• Músicas e Danças;
• Brincadeiras;
• Jogos: Quebra Cabeça, Jogo da Memória;
• Massinha de modelar;
• Parlendas; Contos; Adivinhas; Trava-língua; Poemas; Rimas;
• Releitura de obras;
• Culinária: chás, saladas, frutas;
• Leitura de livros infantis;
• Filmes;
• Observação e registro de diferentes tipos de sementes;
• Construção de sementário;
• Plantio de diferentes mudas;
• Matérias recicláveis (sucatas);

RECURSOS
• Papéis (sulfite, A3, cartolina, color set, jornal, kraft, crepom, laminado, dobradura).
• pesquisas impressas,
• revistas,
• panfletos;
• Barbantes,
• Palitos ( churrasco, picolé);
• Sucatas (garrafa pet, tampinhas de plásticos).
• Tesoura com ponta arredondada,
• cola branca e colorida,
• lápis de cor,
• giz de cera, giz de lousa,
• régua,
• botão,
• gliter, lantejoulas, fetilhos.
• Tinta guache,
• pincel,
• E.V.A.
• fita adesiva transparente, fita colorida.
• Sementes e mudas.
• Algodão
• Copos descartáveis,
• plásticos de embalagens
• Livros infantis
• TV, aparelho de DVD, filme


METODOLOGIA

Os procedimentos serão divididos em etapas

1ª Etapa - A importância e fisiologia das plantas
Será proposto uma roda de conversa onde o professor introduzirá o assunto plantas abordando os temas relacionados à sua importância, chamando atenção para a grande diversidade de formas existentes e sua relação com animais e com o homem.
Passeios pelo pátio da creche com o intuito de observar os tipos de plantas que existem no local.
Convidar os alunos a expor suas observações, dizendo aos colegas quais as plantas que lhe chamaram a atenção. Deverão trazer também detalhes de tais plantas: cor, tamanho, forma... Poderão desenhar a planta observada.
Confecção de painel coletivo com as observações.
Explicar que assim como as pessoas e os animais, as plantas são seres vivos e tem necessidades fisiológicas.

2ª Etapa - Árvore – conhecendo as partes das plantas

Confeccionar, em EVA, as partes da árvore: raiz,caule, folhas, frutos e flores, separadamente e apresentar aos alunos. Atrás de cada parte terá um velcro para a aderência do material. Os alunos serão estimulados a “montar” uma árvore, auxiliando assim formação da percepção espacial das crianças. Cada uma deverá escolher uma parte da árvore que mais lhe chame a atenção e irá colocá-la em seu devido lugar.
Explicar oralmente as funções de cada parte da planta e trabalhar separadamente cada uma delas. Confeccionar álbum das partes das plantas;
Contar a história “A viagem da sementinha” de Regina Siguemoto
Após,os alunos receberão folhas xerocadas com o desenho da personagem da história para colori-la.
Releitura do livro “ A sementinha” feita pelas crianças.
Levar para a sala vários tipos de sementes para que as crianças possam manipular, pedir que tentem separar e aguarde quais os critérios dos alunos na separação. Monte com eles um painel seguindo os critérios.
Solicitar aos alunos que tragam folhas de árvores de tamanhos e formas variadas, que serão utilizadas em sala de aula para desenhos.
Técnica proposta: sobreposição de folhas de ofício às folhas das plantas e destaque de seus formatos com giz de cera.
Assim, os alunos irão perceber que existe uma diversidade de formatos de folhas, mesmo em uma só cidade (ou no pátio da creche).

3ª Etapa - Plantas comestíveis
Solicitar aos alunos que levem para sala de aula encartes de supermercado que contenham fotos de frutas, verduras e legumes. Com isso, as crianças irão reconhecer que as saladas que a mamãe faz constituem-se de parte de plantas.
As crianças deverão, com a ajuda do professor, recortar exemplos de plantas comestíveis para que seja montado um mural coletivo com os exemplos recolhidos por todos os colegas.
Leitura do livro: Aprendendo a plantar – Célia Siqueira
Desenvolver com os alunos o plantio de sementes, formando uma mini horta, explorando a questão das técnicas de cultivo, e expondo às crianças a informação de que muitos temperos utilizados para a preparação de alimentos também são plantas.
Abordar oralmente a questão de a flor tornar-se o fruto, no caso de árvores que possuem tais elementos.
Confeccionar um jogo da memória com os mais variados tipos de flores. As crianças terão um tempo em sala de aula para identificar os tipos através do exercício do jogo. Assim perceberão a variedade: rosas, violetas... Além de exercitar a memória.
Leitura do livro: O Girassol solitário – Sandra Diniz costa
Releitura da obra: O girassol - Juscelino Soares
Preparo de salada de frutas

4ª Etapa - Plantas Medicinais

Explicar para as crianças que algumas plantas servem como remédio
Procurar mostrar às crianças que os tradicionais chás, feitos pelas mães e avós são também plantas, exemplificando assim, mais um papel da planta em nossas vidas. Solicitar aos alunos que tragam para a escola algum tipo planta medicinal.
Preparar chá com as crianças.
Confeccionar álbum com as plantas medicinais contendo pesquisa impressas e desenhos dos alunos. Este livro será confeccionado com folhas de A3: os alunos pintarão as páginas com giz de cera e após irão colar cada chá acompanhado de suas explicações e desenhos

5º Etapa – Experiência do Feijão
Contar a história “João e o pé de Feijão”;
Plantio do feijão – um a cada dia da semana, para que no fim tenha todas as etapas de germinação, para que as crianças possam observar e montar painel da história em quadrinhos do crescimento do feijão.

CULMINÂNCIA

Passeio no viveiro municipal.
Exposição dos trabalhos que representam as diferentes etapas da execução do projeto.
Os pais e demais professores poderão prestigiar o desempenho dos alunos através de suas produções em sala de aula e também observar as técnicas de cultivo realizadas por eles. Após, exposição, os pais poderão levar para casa o que foi produzido por seus filhos.

AVALIAÇÃO:

A avaliação deverá ser contínua, através de observação e registro da participação e envolvimento de cada aluno.

5 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...